Sindicato

Notícias
Bancos passam planos de saúde em reclamações pela primeira vez, diz Idec
 
Pela primeira vez, os bancos assumiram a dianteira entre as empresas com mais reclamações registradas no Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor). As instituições financeiras foram responsáveis por 16,64% das 5.258 queixas recebidas pelo instituto em 2011, subindo duas posições no ranking.<br /> <br /> As principais dúvidas e queixas dos consumidores foram relativas a temas como cobrança indevida, débito não autorizado, taxa de juros, renegociação de dívidas e venda casada de produtos financeiros.<br /> <br /> O ranking do Idec é feito há 12 anos, e as empresas de planos de saúde foram as líderes de reclamações por 11. Em 2011, elas aparecem na segunda posição, com 16,02% do total de queixas.<br /> <br /> As principais dúvidas na categoria de planos de saúde estiveram relacionadas a negativa de cobertura, reajuste de mensalidade e descredenciamento de profissionais e hospitais.<br /> <br /> Bancos dizem que consumidor está mais 'questionador'<br /> Em nota, a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) credita o resultado à elevação da base de clientes das instituições financeiras, ao maior grau de exigência dos clientes e ao crescimento no consumo de produtos como cartões de crédito.<br /> <br /> "Há um aumento do volume de demandas de consumo, em todos os canais, ano a ano. Em média, crescimentos entre 15% e 20%, a cada ano, representam um comportamento mais ativo e mais questionador dos consumidores, de forma geral, não restrita ao setor", diz a nota.<br /> <br /> Ainda de acordo com a Febraban, os bancos estão "desenvolvendo esforços para identificar medidas conjuntas que possam reduzir o volume de reclamações".<br /> <br /> Telefone celular é item com mais queixas na categoria 'produtos'<br /> O terceiro lugar do ranking do Idec é ocupado pela categoria de produtos (14,32% das queixas). As principais demandas desse segmento se referem a prazo de entrega não respeitado, garantia e troca. Os aparelhos de telefone celular são alvo da maioria das reclamações.<br /> <br /> Em seguida, aparece o setor de telecomunicações, com 12,93% das queixas. O principal problema, nesse caso, foi a interrupção do serviço causada por falta de sinal ou por outras falhas.<br /> <br /> No total, o Idec fez cerca de 16 mil atendimentos em 2011, sendo 5.828 consultas administrativas e 10.177 orientações. Entre as orientações, 5.258 foram sobre problemas ou dúvidas de consumo, e 4.919 sobre o andamento dos processos judiciais.
_
Últimas Notícias
> Brasil fica em 25º lugar em ranking global de desempenho do PIB com 51 países
> Governo faz parceria com bancos para oferecer serviços por meio de canais digitais
> Caixa reabre PDV para adesão até o dia 11 de dezembro
> BRADESCO: Testagem do Covid será ampliada para dependentes
> Proposta prevê acordo entre empresa e trabalhador sobre FGTS no pós-pandemia
> ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA
> Em sua primeira semana, Pix registra R$ 9,3 bilhões em transações
> Empregados de empresas estatais têm salário médio de até R$ 31,3 mil
> INSS e Ministério Público assinam acordo para zerar fila de espera por benefícios
> RANCHO DOS BANCÁRIOS - AGENDE SUA RESERVA
> Presidente garante que, em sua gestão, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Casa da Moeda não serão entregues à iniciativa privada
> Centrais sindicais lançam campanha pela manutenção do auxílio de R$ 600
> Disponível o jornal do mês de Setembro/2020
> CONTEC, Federações e Sindicatos assinam CCT FENABAN
> Bancário do Bradesco consegue majorar indenização por transportar valores entre bancos

Antonio Sebastião de Carvalho- Itaú 17/01
CASSIO DOS REIS BANCO DO BRASIL 17/01
Veja lista de aniversariantes do mês  
Selos

 

     

® 2012 - SINTRAF - Todos os direitos reservados. - Avenida Santo Antônio, 200 - Sala 04 | Poços de Caldas - MG| Cep 37701-036 | Tel.: (35) 3721-9804 Domynio